Pages

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

10 Melhores Momentos de "BREAKING BAD"


Obs: Essa postagem contém SPOILERS! CUIDADO!

A história de um professor de química endividado que se transforma em um produtor de metanfetamina logo de cara já soa curiosa. E muito mais surpreendente é o que Vince Gilligan, Bryan Cranston e todos os diretores e roteiristas que trabalharam na série fizeram com essa peculiar história, transformando uma situação tão mínima em algo ascendente que ao longo de cinco temporadas nos deixaram alienados. 

A transformação do protagonista Walter White (Bryan Cryanton), professor de química do ensino médio com um filho paralitico, uma esposa grávida e que descobre ter câncer de pulmão, é nada menos do que surpreendente. Walter representa o típico norte americano de classe média que sempre buscou a estabilidade do sonho americano, mas nunca conseguiu. Ver os amigos crescendo na profissão só ajudou Walter a se sentir um homem ainda mais inferior, com a contínua sensação de nunca ter se encontrado e proporcionado a vida digna que sua família merece. 


Certo dia, ao se encontrar com um ex-aluno chamado Jesse (Aaron Paul), um garoto de classe média que se findou nas drogas e vive longe da família, Walt recebe a proposta de uma parceria que poderá mudar a vida de ambos: produzir metanfetamina e vender! 

Após a primeira cozinhada, para a surpresa de Jesse, Walt produz a metanfetamina mais pura já vista no mercado, com 99% de pureza, o que despertará o interesse de grandes fornecedores. 


Como já mencionado anteriormente no texto a transformação de Walter ao longo das temporadas é um dos grandes pontos fortes da série. Bryan Cranston se mostra um ator incrível transitando entre o desesperado e inseguro pai de família Walter e o implacável e ameaçador Heinsenberg, pseudônimo que adota para encarnar sua vida no lado do crime. 

Só que o elenco de “Breaking Bad” não é feito apenas de Bryan Cranston. Aaron Paul é um estouro como Jesse, mostrando ser um dos melhores atores jovens hoje em Hollywood com momentos de puro talento, como podemos ver principalmente na terceira temporada. Anna Gun traz simpatia como a esposa de Walter, e quando descobre o segredo do marido, sua mudança de personalidade e atitude é agonizante. E os demais atores também merecem aplausos como Bob Odenkirk na pele do cafona advogado Saul Goodman, Giancarlo Esposito como o imprevisível Gus Fring, e os excelentes Jonathan Banks e Dean Norris.

Trazendo um personagem complexo cujas escolhas afetam todos ao seu redor, "Breaking Bad" não foi considerado uma das melhores séries já escritas atoa. Walt é um personagem tão profundo que nos obriga a refletir sobre a própria natureza humana, e como o ser humano é capaz de mudar tão radicalmente. E o mais curioso é que buscamos entender e até relevar as atitudes de Walt por ser um personagem tão carismático, interpretado com gosto por Cranston.


Com o final sublime dessa que é uma das melhores séries já feitas pela televisão norte-americana, escolhemos 10 momentos memoráveis de Breaking Bad. Confira abaixo! 

        TOP 10 - MELHORES MOMENTOS DE         "BREAKING BAD

1 – SUMINDO COM O CORPO USANDO UMA BANHEIRA E ÁCIDO 
1ª temporada - Ep. 02 "Cat´s in the Bag..."



A primeira produção de Walt com Jesse ganha uma inesperada reviravolta quando Jesse introduz Walt para um de seus instáveis sócios, o que gera uma inesperada morte e detenção de um deles como prisioneiro. Para se livrar do corpo, Walt dá a ideia de colocar o corpo na banheira e dissolvê-lo com ácido. A situação é o nosso primeiro contato com o clima e tom da série, e desde já surpreende e impressiona. A primeira vez é sempre inesquecível! 

02 – WALTER VAI AO ESCRITÓRIO DO TRAFICANTE TUCO SALAMANCA COBRAR O SEU DINHEIRO 
1ª temporada - Ep. 06 "Crazy Handful of Nothin"


Antes do ocorrido, Jesse foi tentar firmar um acordo com o líder da distribuição do tráfico em Albuquerque, Tuco Salamanca, mas saiu de lá espancado e com seu pacote de metanfetamina roubado pelo traficante. No final do episódio Walter, sozinho, e usando o seu chapéu de Heiseiberg, vai ao encontro de Tuco e exige o pacote de metanfetamina roubado de volta ou 500 mil adiantados pela distribuição da próxima remessa e juros pelo produto roubado. Obviamente Tuco exita e Walter, que havia entrado no prédio com um pacote de matanfetamina nas mãos, revela que o conteúdo não é metilamina, e quando jogado causa uma estrondosa explosão. Walter consegue intimidar Tuco, faz a negociação e ainda saí do local com o dinheiro adiatado nas mãos.

03 – WALTER E JESSE COMO PRISIONEIROS DE TUCO SALAMANCA 
2ª temporada - Ep. 02 "Grilled"


Após os planos dar errado e Tuco ser procurado pela polícia, Walter e Jesse são levados como reféns pelo traficante que vai esconder na casa do seu tio Hector Salamanca (Mark Margolis), o ex-chefe do tráfico. Hector sofreu um derrame e se encontra hoje numa cadeira de rodas. Não consegue falar e se comunica por uma campainha presa a cadeira, onde, ao ser perguntado, um toque significa “Sim”, e a ausência do toque quer dizer “Não”. O episódio segue com seqüências angustiantes com Walter e Jesse tentando matar Tuco e fugir do local, mas Hector dando sinais a Tuco de que os dois são mentirosos e estão planejando algo contra ele. Cada barulho da campainha é um motivo para nosso coração acelerar mais ainda! 

04 – JANE MARGOLIS MORRE COM O PRÓPRIO VÔMITO E NÃO É SALVA POR WALTER 
2ª temporada - Ep. 12 "Phoenix"


Jane Margolis foi o grande amor de Jesse que vimos na série. Vizinha da onde estava morando, os dois viveram uma paixão fervorosa. Margolis estava num processo de recuperação das drogas, mas certo dia decide se juntar a Jesse e voltar ao hábito do uso de heroína. Os dois planejam largar toda aquela vida em Albuquerque e gastar todos os milhares de dólares de Jesse viajando pelo mundo juntos. Mas Jesse não está com seu dinheiro, que estava com Walter que decidiu não entregar para o garoto não gastar tudo com o vicio. Mas Jane liga para Walter ameaçando contar para sua esposa sobre sua vida como produtor de metanfetamina e entregar tudo para seu cunhado, agente dos narcóticos Hank Schrader. Já Walter está apressado, pois sua esposa está em trabalho de parto no hospital, enquanto ele precisa das metanfetamina guardadas na casa de Jesse para realizar uma grande venda para o maior distribuidor da região, Gustavo Fring. Ao ir à casa de Jesse, arromba a porta e encontra Jesse e Jane deitados na cama dopados e inconscientes. De repente, Jane começa a se contorcer e a engasgar com o próprio vômito. Walter fica surpreso e corre para salvar a moça, porém, Walter para, pensa e deixa Jane se afogar e falecer, já que ela viva seria uma ameaça para seus negócios com Jesse. Um dos momentos mais impressionantes da série, e o inicio do declínio de Walter. 

05 – TENTATIVA DE ASSASSINATO DO AGENTE HANK SCHRADER PELOS PRIMOS DE TUCO SALAMANCA 
3ª temporada - Ep. 07 "One Minute"


Primos de Tuco Salamanca, buscando vingança pela sua morte, planejam matar o agente Hank Schrader, já que foi ele quem matou Tuco. Depois de ter comprado flores para sua esposa e indo buscar o carro na garagem, ali mesmo Hank é atacado por dois brutamontes. Mas minutos antes recebeu uma ligação anônima informando sobre o ataque, o que o possibilitou ficar alerta e agir. Um deles atropelou com o carro, e outro matou com um tiro na cabeça. Mas o ocorrido fez Hank levar um tiro na coluna e ficar paraplégico. 

06 – MORTE DE GUSTAVO “GUS” FRING 
4ª temporada – Ep. 13 “Face Off” 


A relação de Gustavo Fring com Walter, nesse momento, já estava bastante desgastada. Walter estava vivo, pois conseguiu deixar Fring impossibilitado de encomendar sua morte, já que ninguém conseguia produzir uma metanfetamina tão pura como ele. A não ser Jesse, pupilo de Walter que aprendeu todo o processo, e visto como futuro por Fring, Walter já não era mais necessário, e sua família estava correndo perigo de vida. Para resolver de uma vez por todas o problema, já que as tentativas de matar Fring falharam, Walter vai ao encontro de Hector Salamanca (o da cadeira de rodas) no asilo onde vive oferecendo uma última oportunidade para Hector se vingar de Fring pela morte de toda sua família. Hector chama a narcóticos pedindo para falar com o agente Schrader, mas no fim, foi apenas para chamar a atenção de Fring, que foi pessoalmente ao seu encontro no asilo buscar explicações. Inesperadamente, um som de “beap” começa, Fring e seu capanga buscam pelo barulho e descobrem debaixo da cadeira de rodas de Hector uma bomba. Não tem escapatória! A bomba explode a ponto de jogar a porta do quarto longe. Surpreendentemente Gustavo Fring aparece saindo do quarto arrumando o terno, a câmera se aproxima, aparentemente ele está intacto, até que a câmera anda para a esquerda e vemos a outra metade do seu rosto deformada, sem o olho e com a boca mostrando os ossos. Uma cena forte e impactante! E a última da quarta temporada, o que é de deixar qualquer um louco pela quinta. 

07. ROUBO AO TREM COM METILAMINA
5ª temporada - Ep. 05 "Dead Freigh"


Após a morte de Gustavo Fring, Walter, Jesse e Max começam uma parceria e assumem a liderança do tráfico de metanfetamina. Para se produzir a droga é necessário ter metilamina, e os três bolam um plano para roubar o produto de um trem, de maneira que ninguém perceba o ocorrido, trocando a metilamina por água. A tensão é grande e a sequência é de deixar os cabelos em pé. Bem filmada e empolgante, foi um dos momentos altos da quinta temporada. 

08. WALTER ENCOMENDA 10 MORTES AO MESMO TEMPO
5ª temporada - Ep. 8 "Gliding Over All"


Após a morte de Max, para proteger sua identidade e a de Jesse, Walter contrata um assassino profissional para executar 10 homens em prisões diferentes simultaneamente em 2 minutos. A cena das mortes intercalada com a de Walter esperando em casa olhando pela janela me lembrou "O Poderoso Chefão", e vemos um Walter cada vez mais emblemático e perigoso. Um dos melhores momentos de toda a série!

09. OZYMANDIAS
5ª temporada - Ep. 14 "Ozymandias"


“Ozymandias” é um dos mais surpreendentes, empolgantes e angustiantes episódios de toda a série. Primeiro por ter acontecimentos importantes com personagens importantes, o que por si só já mexe com a gente, e, por integrar os instantes finais de “Breaking Bad”. Não quero revelar muito sobre esse episódio em particular, mas já fica na mente que é um dos mais emocionantes de todas as cinco temporadas.

10. BREAKING END
5ª temporada - Ep. 16 "Felina"



Ainda bem que encerraram "Breaking Bad" de maneira justa e digna de um seriado que sempre manteve sua qualidade nos altos patamares. É impossível não se emocionar com este último episódio. O final que desperta esperança em vermos Jesse um homem diferente após tudo que aconteceu ao longo destes cinco anos, e assistir o trágico fim de Walter, após vivenciarmos tantas coisas juntos, é de partir o coração. Mas ao mesmo tempo correto e necessário, e a última cena com Walter caído morto e a câmera subindo ao som da música "Baby Blue" de Badfinger só faz "Breaking Bad" encerrar-se da maneira grandiosa com que começou em 2008 e continuou até 2013. 

Comentário por Matheus C. Vilela 

1 comentários:

dirtyMind disse...

Tinha que ter uma Bonus pela morte do mike